A CADA 10 BRASILEIROS, 4 SÃO DONOS DO PRÓPRIO NEGÓCIO

 

a1bbed49-e282-4766-a2bc-b5fd4b831653

A taxa de empreendedorismo no Brasil hoje é a maior dos últimos 14 anos. A pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), patrocinada pelo Sebrae Brasil, revela que a cada 10 brasileiros, 4 são empreendedores ou estão envolvidos na criação de uma empresa. A pesquisa também mostra que 56% dos empreendedores que estão abrindo ou já são donos do próprio negócio identificaram uma oportunidade. Neste ano, o número de novas empresas no Brasil chegou a 1.020.740 no primeiro semestre, o que representa aumento de 3% em relação ao mesmo período de 2015, quando foram criadas 990.964 empresas.

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas, em junho foram criadas 169.657 empresas, com aumento de 0,7% em relação ao mesmo mês no ano passado, quando surgiram 168.445 empresas. De acordo com o estudo GEM, o empreendedorismo no Brasil está em crescimento desde 2011, e o aumento tem a ver com o momento difícil em que a economia nacional está enfrentando. A Região Sudeste possui um total de 521.229 negócios abertos entre janeiro a junho, liderando o ranking das regiões do Brasil. Em seguida vem o Nordeste, com 169.650 empresas; o Sul, com 168.615; o Centro-Oeste, com 89.753; e o Norte, com 50.435 novos negócios.

Segundo o especialista em Marketing de Relacionamento, Rodrigo Nunes, que também é dono de seu próprio negócio, “os empreendedores estão no controle”. “Ser empreendedor é ter uma visão além do que você realmente é e não estar disposto a aceitar a vida como ela está”, considera. “Pense nos maiores empreendedores. Eles são visionários, possuem coração. São aqueles que estão dispostos a fazer hoje o que muitos não farão, mas, por outro lado, terão e farão tudo o que quiserem enquanto os outros não podem”, acredita Nunes, analisando os números crescentes do empreendedorismo no Brasil.

Para o especialista, no mundo do empreendedorismo não existem limites. Ele assegura de que o empreendedor ganha o quanto quiser, dependendo do quando ele estiver disposto a trabalhar, do quão esperto ele for e de quão boa é a equipe que monta. “Não existe negócio que dê uma recompensa mais valiosa do que ser um empreendedor”, garante. Os trabalhadores de hoje desejam mais liberdade para desenvolver seus projetos, e através do empreendedorismo, essa possibilidade é mais evidente. É justamente esse tipo de trabalho que Nunes desenvolve, visando sua liberdade profissional e pessoal.

Recentemente o especialista esteve nos Estados Unidos, com milhares de outros empreendedores. Eles passaram dias se divertindo nos parques da Disney e depois em um cruzeiro na Bahamas. Mesmo aproveitando tudo isso, os empreendedores estavam trabalhando, porque o estilo de negócio permite que eles estejam em qualquer lugar do mundo, empreendendo e tendo seus rendimentos. “As pessoas podem ter seu próprio negócio e, em alguns casos, até trabalhar em suas casas. O espírito empreendedor é aceitar riscos, ser produtivo e incansável”, destaca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *