Conheça o índice de Universidades Empreendedoras

indice

A Confederação Brasileira de Empresas Júniores (Brasil Júnior) lançou, nesta quinta-feira (10), a primeira edição do Índice das Universidades Empreendedoras. O evento aconteceu na sede do Ministério da Educação.

O objetivo é mostrar quais as iniciativas das instituições de ensino superior no Brasil mais incentivam o empreendedorismo, dentro e fora da sala de aula. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, o índice vai criar um dinamismo e uma tendência de que mais instituições se dediquem a estimular o empreendedorismo dentro das organizações educacionais.

“É necessário expandir, melhorar e qualificar a área educacional e conectá-la também com setor produtivo com a capacidade empreendedora na nossa população”, defendeu Mendonça Filho.

Atividades sobre gestão, relacionamento com cliente, reuniões e negociações, vendas e planejamento estratégico são exemplos citados por Ana Maria. Ela afirma ainda que a experiência ensina a trabalhar com meta, alcançar resultado e gerir melhor o tempo.

Pesquisa e empreendedorismo

Elaborada por quatro organizações estudantis, Rede Ciências sem Fronteiras (CsF), Associação Brasileira de Estudantes (Aiesec), Brasa (Brazilian Student Association) e a Entrepreneurial Action Us (Enactus), a construção do conceito de Universidade Empreendedora foi desenvolvida por meio de uma pesquisa on-line destinada ao público universitário. Cerca de 4 mil estudantes de todo o País participaram.

A pesquisa foi elaborada a partir de três questionamentos: o que é uma universidade empreendedora? O que influencia para uma universidade mais empreendedora? O que pode ser replicado para uma universidade mais empreendedora?

Já o índice usou seis eixos para identificar as boas práticas: cultura empreendedora, atividade de extensão, inovação, infraestrutura, internacionalização e capital financeiro. A seleção fez um recorte entre as cem universidades mais renomadas e uma classificação entre as 42 com destaque na avaliação.

Em primeiro lugar está a Universidade Federal de São Paulo (USP); em segundo, a Universidades Estadual de Campinas (Unicamp); em terceiro, a Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC Rio); em quarto, a Universidade Federal de São Carlos (Ufscar); em quinto, a Universidade Federal do Ceará (UFC); e, em sexto, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Acesse o índice na página do Brasil Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *