Trabalho manual: por que comprar produtos artesanais?

Com a massificação dos bens, iniciada na Revolução Industrial e intensificada por Ford, vemos o conhecimento do trabalho manual concentrado em pequenos grupos. Se antes tínhamos diversos artesãos fazendo brinquedos e bonecos, por exemplo, hoje uma só pessoa pode fazer um modelo, que em seguida será replicado milhares de vezes, empacotado e enviado para sua casa.
Portanto, sem demanda por conhecimento, há uma grande probabilidade de ele desaparecer algum dia.
Nossa mentalidade já está acostumada à produção em massa. Por que comprar um quadro, quando uma reprodução digital pode custar a metade do preço ou até menos? O que, às vezes, parece uma pechincha, pode acabar sendo um tiro no pé.
A obsolescência programadauma prática de mercado em que os produtos são feitos para durar pouco e logo serem trocados — nos faz consumir desenfreadamente.
Carros, geladeiras, computadores e celulares. Tudo vira lixo rapidamente.
Não há como comparar um item feito à mão a um industrializado. Os processos, a maneira de comprar e de vender são totalmente diferentes. O que precisamos levar em consideração antes de adquirir uma obra feita à mão, além do produto finalizado, são os valores imateriais que estão envolvidos em cada parte do seu processo de feitura.

Tempo

Cada artesão escolheu passar seu tempo construindo, bordando e esculpindo por amor. Ele não foi forçado a estar ali, foi uma escolha consciente de fazer da maneira mais difícil, da maneira mais demorada.
Cada minuto é um minuto de foco e atenção total para cada peça e nenhuma sairá igual. É claro que existem exceções, mas o que importa é que existe um fator humano, que é quase inexistente nos bens massificados.

Comunidade Local

Ao dar suporte à esse tipo de item, você está ajudando sua comunidade local a criar relações econômicas. Muitas vezes os artesãos compram matéria prima em sua própria cidade, ou até mesmo no seu próprio bairro, economizando em coisas como frete e logística.

Criar incentivo e demanda de conhecimento

Incentivar qualquer tipo de conhecimento ajuda na sua manutenção e disseminação. Iniciativas de sucesso podem ser tornar exemplos para possíveis novos empreendedores e artesãos.

Compra consciente

Boa parte dos produtos que consumimos vêm de fora do país, portanto, não temos controle sobre as condições em que eles são feitos, como chegaram até o destino e quais matérias primas foram usadas. No caso de um item feito à mão, nosso contato é quase direto com o artesão, podemos ligar, visitar seu estúdio e conhecê-lo pessoalmente.

Exclusividade e customização

Nenhum produto feito à mão será igual ao outro. Pode ser o mesmo design, a mesma cor, mas vai existir alguma diferença, seja na pincelada, no tipo da madeira ou numa cor levemente fora de registro. Hoje, existem sete bilhões de pessoas que não têm um produto igual ao seu, e se você esperar mais dez anos, esse número será ainda maior.
Além disso, dependendo do produto, você pode deixá-lo ainda mais exclusivo, incorporando um pouquinho de sua personalidade.
Hoje existem cada vez mais grupos e pessoas que se arriscam a oferecer itens feitos à mão. É uma tarefa difícil, trabalhosa e muito demorada. E também a maneira mais original de presentear alguém ou ter um produto exclusivo. Incentive ! Compre de quem faz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *